Nem todas as empresas desejam ter uma equipe própria de TI. O motivo é simples: custa caro manter profissionais full time “dentro de casa”, ainda mais acionados de forma intermitente. Ou seja, com horas ociosas.

Hoje, as empresas buscam desempenho, qualidade e otimização dos custos, com foco final na eficiência de seus processos. Por isso, muitas delas abrem mão de uma equipe dedicada de TI e buscam no mercado serviços de AMS (Application Management Services) – ou Help Desk – para dar suporte aos seus sistemas de tecnologia, trazendo um melhor custo-benefício para a sua operação.

A Homine atua no mercado de Suporte SAP há mais de 20 anos. Somos uma referência neste segmento, atendendo a clientes nacionais e internacionais como AgroFresh, Emerson Electric, Styropek e outros, que contam com o know-how da nossa equipe de TI para oferecer suporte aos módulos do SAP assim como à plataforma Mastersaf.

Quais os diferenciais do Suporte SAP da Homine?

Colocamos à disposição do cliente uma equipe de profissionais com experiência avançada e uma entrega acima da média do mercado. Atuamos há décadas neste segmento, motivo pelo qual contamos com um time de consultores de alta senioridade, com expertise comprovada.

Uma das modalidades de suporte é o Multimodular, com consultores especialistas aptos a oferecer cobertura técnica a todos os módulos do SAP e a atender aos mais diversos tipos de chamados no Brasil ou no exterior. A contratação do serviço pode ser customizada de acordo com as necessidades do cliente e o seu budget.

A empresa pode contratar um baseline mensal que varia entre um número de horas fixo da nossa equipe para suporte a todos os módulos do SAP, ou, caso prefira, o cliente pode definir o número de horas por módulos específicos.

Também é possível ajustar a disponibilidade do serviço: 24/7, horário comercial ou estendido, com horas adicionais. Toda essa flexibilidade no momento de fechar o contrato de prestação do serviço de Suporte SAP proporciona um preço otimizado e competitivo ao cliente, atendendo às suas condições orçamentárias. O retorno é o melhor custo-benefício, sem perder a garantia de desempenho do sistema.

E como funciona o serviço de AMS da Homine para o SAP?

Nossas equipes atuam presencial ou remotamente, no formato shared services. Isto é, os clientes compartilham dos nossos serviços de suporte, realizados por uma equipe de consultores 100% disponível. Se um consultor estiver fora da Homine ou em outro chamado, por exemplo, o problema relatado é encaminhado rapidamente para o atendimento de outro consultor, à distância.

O processo de suporte é ágil e automatizado. Em caso de problema no ambiente produtivo do SAP, o cliente registra um chamado na nossa plataforma online, Brazip. O ticket é encaminhado a um de nossos profissionais, que faz a análise do motivo do chamado e o encaminha ao consultor ideal para o atendimento. Toda a troca de comunicação para a resolução do problema fica registrada na plataforma.

Quanto menor a experiência do consultor, maior o número de questionamentos para se chegar ao diagnóstico do problema. A alta experiência da nossa equipe garante agilidade e assertividade na resolução das demandas. Ou seja, requeremos menos interações e vai-e-vem de informações com o solicitante do chamado, poupando o seu tempo.

Cada chamado aberto possui um tempo máximo de resolução, segundo o seu nível de criticidade. Esses parâmetros constam do Service Level Agreement (SLA), que traz uma tabela acordada junto ao cliente para a prestação do serviço de suporte.

Para saber mais sobre o suporte SAP da Homine, ou fazer um orçamento, entre em contato conosco pelo email comercial@homineinfo.com.br ou telefone (11) 3383-4000.

A Homine concluiu no dia 12 de julho mais um projeto de nota fiscal eletrônica 4.0 (NF-e), desta vez na AgroFresh, empresa que desenvolve tecnologias para manter frutas e vegetais frescos por mais tempo.

Foi feita a atualização do SAP e da solução Signature, que realiza a emissão dos documentos fiscais, para a inclusão dos novos campos do layout 4.0 da NF-e. A nova versão da nota fiscal entrou em vigor no dia 2 de agosto, desativando a anterior, 3.10.

O projeto, coordenado pela Homine e executado remotamente, teve duração de dois meses e contou com uma equipe dedicada composta por seis profissionais, entre eles um consultor internacional.

“Tivemos alguns desafios técnicos e ainda assim conseguimos concluir o projeto em tempo recorde, considerando que fizemos a atualização dos sistemas e a aplicação de todas as notas técnicas da SAP”, comemora o PMO da Homine responsável pelo projeto, José Geraldo Garcia.

Para o projeto, a Homine utilizou um consultor especialista em processos de emissão de nota fiscal, que já estava alocado na AgroFresh, o que deu mais agilidade e eficiência à implementação das adequações. “Isso permitiu uma geração de testes mais eficaz e os erros encontrados nas validações foram muito bem documentados, o que nos possibilitou atacar os problemas rapidamente e com objetividade”, ressalta José Garcia.

A parceria e o bom relacionamento entre AgroFresh e Homine também contribuíram para o sucesso do projeto. A Homine foi a consultoria que implementou a versão 3.10 da NF-e na AgroFresh no Brasil, além de ter realizado outros projetos de consultoria SAP para a empresa na Argentina e no Chile, e em breve, no México.

Mais projetos concluídos

Em julho, a Homine finalizou mais dois projetos de NF-e 4.0 nas empresas GEA e Kelvion. Grandes empresas de variados segmentos, como Emerson, LyondellBasell, Matell, Hilti, Cargill e BASF, já tiveram seus sistemas recentemente atualizados pela Homine.

Devido à obrigatoriedade do novo layout introduzido pelo governo brasileiro, a Homine tem realizado, desde 2017, inúmeros projetos que incluem a atualização do SAP para o novo padrão, além da atualização ou implantação da solução Signature, que faz a emissão dos documentos e toda a comunicação das informações com a Secretaria da Fazenda (Sefaz).

A Homine concluiu, no dia 4 de julho, no ambiente da Emerson Electric no Brasil, o processo de atualização e ajustes dos sistemas para o novo layout 4.0 da nota fiscal eletrônica (NF-e), que passa a ser obrigatório a partir de 2 de agosto deste ano.

O projeto incluiu atualizações específicas no SAP versão 4.6C e ainda na solução Mastersaf e no sistema de gestão de comércio exterior – Softway – para conter os novos campos do layout 4.0, além da modificação das interfaces do SAP com estes sistemas. A entrada em produção do sistema SAP atualizado para a versão NF-e 4.0 ocorreu na tarde do dia 4 de julho, dentro do prazo estabelecido e com grande sucesso.

O projeto, liderado e executado pela Homine, contou com o apoio dos parceiros Walar e GSW, demandando dois meses de trabalho e centenas de horas dedicadas de consultoria. O time, composto por mais de 20 profissionais, distribuídos entre Emerson, Homine e parceiros, foi liderado por Jorge Gonzalez, PMO da Homine.

Segundo ele, a transparência na comunicação e a orientação metodológica foram cruciais para o sucesso da implementação das adequações dentro do prazo previsto.

“Em um projeto como este, muito complexo, de grande magnitude e com intervenções em três sistemas, a chave para o sucesso foi a comunicação transparente entre o time e a definição de uma metodologia de trabalho que contou com um planejamento cuidadoso, com o qual estivemos sempre alinhados durante todo o período de execução”, pontua Gonzalez.

“O suporte e o esforço da equipe foram essenciais para o cumprimento do cronograma. Nesta semana, concluímos o processo final de estabilização do sistema que mostrou excelentes resultados nos testes integrados, validados por nossas equipes fiscal e financeira”, comemora Sebastian Hadad, Gerente de Infraestrutura de TI da Emerson para a América Latina e sponsor do projeto.

Em função da obrigatoriedade de adoção da nova versão NF-e 4.0, a Homine tem realizado, desde o final de 2017, dezenas de projetos de atualização do sistema de emissão fiscal para empresas com operação no Brasil.

Na primeira viagem à frente da nova diretoria de Contas Internacionais, o diretor e CIO da Homine, José Geraldo Garcia, visitou a Emerson, no México, onde se encontrou com o executivo da empresa, Juan Gabriel Guerrero Diaz, para tratar da ampliação dos serviços oferecidos pela Homine a outros países. A iniciativa integra os planos de expansão internacional da Homine na América Latina e de entrada nos mercados americano e europeu.

“A reunião foi positiva e já existe a possibilidade de a Homine se tornar um global provider, fornecendo suporte para a Emerson em LATAM e também abrindo as portas para o atendimento além das fronteiras latino-americanas”, destaca José Garcia.

O diretor de Contas Internacionais da Homine, José Geraldo Garcia, à direita, em encontro no México com o executivo da Emerson, Juan Gabriel Guerrero Diaz.

A Homine iniciou o atendimento à Emerson Electric no Brasil em 2014 e é responsável por todo o suporte SAP da multinacional.

Desde então, diversos projetos já foram entregues, que envolvem, por exemplo, atualizações manuais do SAP 4.6C – versão que não recebe mais updates da SAP –, integração do ERP com outros softwares, além de melhorias de processos do dia a dia, como a criação de novos relatórios, programas de carga e de automação da entrada de dados.

A Emerson é também uma das clientes do HomSoft, solução da Homine para a automação dos processos de MIGO e MIRO.

Esta semana, as equipes Homine e Emerson concluíram, com sucesso, o projeto da nota fiscal eletrônica (NF-e) 4.0 que estava em andamento. Foi realizada a atualização do SAP, da solução Mastersaf e também do produto de gestão de comércio exterior para a nova versão.


Próximos passos

Segundo o diretor de Contas Internacionais, o próximo passo será oficializar uma parceria com uma grande empresa internacional para que a Homine avance na prestação de serviços em nível global. “Neste momento estamos em um processo de classificação junto a um global partner”, revela. Alguns países, como os Estados Unidos, exigem este tipo de parceria para que empresas estrangeiras atuem em seus mercados.

Uma nova visita internacional da diretoria será marcada para os próximos meses, desta vez na LyondellBasell, nos Estados Unidos.