O diretor de Contas Internacionais da Homine, José Geraldo Garcia, à direita, em encontro com o executivo da Emerson, Juan Gabriel Guerrero Diaz.

Na primeira viagem à frente da nova diretoria de Contas Internacionais, o diretor e CIO da Homine, José Geraldo Garcia, visitou a Emerson, no México, onde se encontrou com o executivo da empresa, Juan Gabriel Guerrero Diaz, para tratar da ampliação dos serviços oferecidos pela Homine a outros países. A iniciativa integra os planos de expansão internacional da Homine na América Latina e de entrada nos mercados americano e europeu.

“A reunião foi positiva e já existe a possibilidade de a Homine se tornar um global provider, fornecendo suporte para a Emerson em LATAM e também abrindo as portas para o atendimento além das fronteiras latino-americanas”, destaca José Garcia.

A Homine iniciou o atendimento à Emerson Electric no Brasil em 2014 e é responsável por todo o suporte SAP da multinacional. Desde então, diversos projetos já foram entregues, que envolvem, por exemplo, atualizações manuais do SAP 4.6C – versão que não recebe mais updates da SAP –, integração do ERP com outros softwares, além de melhorias de processos do dia a dia, como a criação de novos relatórios, programas de carga e de automação da entrada de dados.

A Emerson é também uma das clientes do HomSoft, solução da Homine para a automação dos processos de MIGO e MIRO.

Esta semana, as equipes Homine e Emerson concluíram, com sucesso, o projeto da nota fiscal eletrônica (NF-e) 4.0 que estava em andamento. Foi realizada a atualização do SAP, da solução Mastersaf e também do produto de gestão de comércio exterior para a nova versão.

Próximos passos

Segundo o diretor de Contas Internacionais, o próximo passo será oficializar uma parceria com uma grande empresa internacional para que a Homine avance na prestação de serviços em nível global. “Neste momento estamos em um processo de classificação junto a um global partner”, revela. Alguns países, como os Estados Unidos, exigem este tipo de parceria para que empresas estrangeiras atuem em seus mercados.

Uma nova visita internacional da diretoria será marcada para os próximos meses, desta vez na LyondellBasell, nos Estados Unidos.