A Homine concluiu no dia 12 de julho mais um projeto de nota fiscal eletrônica 4.0 (NF-e), desta vez na AgroFresh, empresa que desenvolve tecnologias para manter frutas e vegetais frescos por mais tempo.

Foi feita a atualização do SAP e da solução Signature, que realiza a emissão dos documentos fiscais, para a inclusão dos novos campos do layout 4.0 da NF-e. A nova versão da nota fiscal entrou em vigor no dia 2 de agosto, desativando a anterior, 3.10.

O projeto, coordenado pela Homine e executado remotamente, teve duração de dois meses e contou com uma equipe dedicada composta por seis profissionais, entre eles um consultor internacional.

“Tivemos alguns desafios técnicos e ainda assim conseguimos concluir o projeto em tempo recorde, considerando que fizemos a atualização dos sistemas e a aplicação de todas as notas técnicas da SAP”, comemora o PMO da Homine responsável pelo projeto, José Geraldo Garcia.

Para o projeto, a Homine utilizou um consultor especialista em processos de emissão de nota fiscal, que já estava alocado na AgroFresh, o que deu mais agilidade e eficiência à implementação das adequações. “Isso permitiu uma geração de testes mais eficaz e os erros encontrados nas validações foram muito bem documentados, o que nos possibilitou atacar os problemas rapidamente e com objetividade”, ressalta José Garcia.

A parceria e o bom relacionamento entre AgroFresh e Homine também contribuíram para o sucesso do projeto. A Homine foi a consultoria que implementou a versão 3.10 da NF-e na AgroFresh no Brasil, além de ter realizado outros projetos de consultoria SAP para a empresa na Argentina e no Chile, e em breve, no México.

Mais projetos concluídos

Em julho, a Homine finalizou mais dois projetos de NF-e 4.0 nas empresas GEA e Kelvion. Grandes empresas de variados segmentos, como Emerson, LyondellBasell, Matell, Hilti, Cargill e BASF, já tiveram seus sistemas recentemente atualizados pela Homine.

Devido à obrigatoriedade do novo layout introduzido pelo governo brasileiro, a Homine tem realizado, desde 2017, inúmeros projetos que incluem a atualização do SAP para o novo padrão, além da atualização ou implantação da solução Signature, que faz a emissão dos documentos e toda a comunicação das informações com a Secretaria da Fazenda (Sefaz).

A Homine concluiu, no dia 4 de julho, no ambiente da Emerson Electric no Brasil, o processo de atualização e ajustes dos sistemas para o novo layout 4.0 da nota fiscal eletrônica (NF-e), que passa a ser obrigatório a partir de 2 de agosto deste ano.

O projeto incluiu atualizações específicas no SAP versão 4.6C e ainda na solução Mastersaf e no sistema de gestão de comércio exterior – Softway – para conter os novos campos do layout 4.0, além da modificação das interfaces do SAP com estes sistemas. A entrada em produção do sistema SAP atualizado para a versão NF-e 4.0 ocorreu na tarde do dia 4 de julho, dentro do prazo estabelecido e com grande sucesso.

O projeto, liderado e executado pela Homine, contou com o apoio dos parceiros Walar e GSW, demandando dois meses de trabalho e centenas de horas dedicadas de consultoria. O time, composto por mais de 20 profissionais, distribuídos entre Emerson, Homine e parceiros, foi liderado por Jorge Gonzalez, PMO da Homine.

Segundo ele, a transparência na comunicação e a orientação metodológica foram cruciais para o sucesso da implementação das adequações dentro do prazo previsto.

“Em um projeto como este, muito complexo, de grande magnitude e com intervenções em três sistemas, a chave para o sucesso foi a comunicação transparente entre o time e a definição de uma metodologia de trabalho que contou com um planejamento cuidadoso, com o qual estivemos sempre alinhados durante todo o período de execução”, pontua Gonzalez.

“O suporte e o esforço da equipe foram essenciais para o cumprimento do cronograma. Nesta semana, concluímos o processo final de estabilização do sistema que mostrou excelentes resultados nos testes integrados, validados por nossas equipes fiscal e financeira”, comemora Sebastian Hadad, Gerente de Infraestrutura de TI da Emerson para a América Latina e sponsor do projeto.

Em função da obrigatoriedade de adoção da nova versão NF-e 4.0, a Homine tem realizado, desde o final de 2017, dezenas de projetos de atualização do sistema de emissão fiscal para empresas com operação no Brasil.

"Imagem do numero 4.0 com alguns circuitos e imagem de um homem ao fundo"

O novo layout 4.0 da nota fiscal eletrônica (NF-e) passa a ser obrigatório a partir de 2 de agosto de 2018, conforme informou ontem o ENCAT (Coordenação Técnica do Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais) e Secretarias da Fazenda Estaduais (Sefaz).

A atualização da Nota Técnica altera a data previamente estabelecida em 2 de julho para a desativação da versão 3.10, dando às empresas mais tempo para se adequar ao novo modelo 4.0. Após a nova data, as notas emitidas no padrão antigo, 3.10, não serão mais validadas pela Sefaz.

A Homine tem atuado junto aos seus clientes na atualização da solução Signature, que realiza a emissão dos documentos fiscais, para adequá-la ao novo padrão. Hoje, grandes empresas dos mais diversos segmentos de mercado utilizam a solução no país e, desde 2017, vêm realizando a migração para a NF-e 4.0.

“Apoiamos e orientamos essa atualização e estabelecemos estimativas de prazo e custo de implementação sólidas, afinal temos no horizonte a data-limite de 2 de agosto para realizar todas as migrações”, destaca Júlio César Correia, coordenador de Documentos Eletrônicos da Homine.

Algumas empresas têm aproveitado o momento para trocar a sua solução de NF-e, gerando novos negócios para a Homine. “Neste momento, estamos implementando a solução em três novos clientes e a tendência é que a procura aumente nas próximas semanas”, conclui o coordenador.

Para mais informações sobre a ferramenta de documentos eletrônicos da Homine, consulte a página Soluções no nosso site.